Lusofonia, entrecruzamento de nacionalidades

8 02 2009

A sessão semi-plenária “Saberes, literaturas e linguagens” do X Congresso Luso-Afro-Brasileiro realizada dia 7, contou com a presença de José Manuel Mendes e Neusa Maria Bastos.

“Da minha língua vê-se o mar.” A afirmação de Vergílio Ferreira, enunciada por José Manuel Mendes, demonstra como o espaço da lusofonia é autónomo e plural.

A música, composta por lugares de conciliação de tendências integra ritmos e construções. Por exemplo, a música portuguesa “advém da África, da América e sobretudo do Brasil”, explica José Manuel Mendes.

A diversidade é tida “como um modo de enriquecimento e dinamizador da lusofonia”, afirma Neusa Maria Bastos. Abarca um entrecruzamento de nacionalidades, pois actualmente há mais de 200 milhões de lusófonos que se expressam através da língua portuguesa. “Têm em comum a língua portuguesa e partilham história”, conclui Neusa Maria Bastos.

Texto: Flavie Laura

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: